domingo, 19 de fevereiro de 2017

longe







quando eu morrer, voltarei para buscar os instantes que vivi longe de ti.

a partir de sophia









sábado, 18 de fevereiro de 2017

preço












sabia que tê-lo um momento, lhe custaria vê-lo partir com ela para sempre.









sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

de mim











verás a minha nudez antes de me veres a mim. 
lentamente entrego-te as roupas, as dores, as alegrias, os medos, a confiança, a fé, a magia, a infância, as lágrimas, o riso, o sono, o espanto, o trabalho, o repouso, a doença, a saúde, o mar, a chuva, o sonho.
chegarei a ti nua.















quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

sobre nós









eu sou-lhe fiel porque não sei ser de outra maneira
ele é-lhe fiel porque não sabe ser de outra maneira











quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

sobre ele









se fecho os olhos, ele está em todo o lado
se abro os olhos, não o vejo em lado nenhum









segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

como hoje










há dias em que acordo com a pressão do teu corpo no meu. como hoje, em que sinto as tuas mãos brandas na minha pele, espaços vazios preenchidos por ti.
estás aqui, mesmo estando aí.
vivo-te em memórias de vidas passadas, em reencontros onde os braços são apenas os meus, onde não me vejo reflectida nos teus olhos, e os meus dedos não tocam os teus. mas as lembranças de ti latejam em lugares onde nunca estiveste. 
como hoje.










domingo, 12 de fevereiro de 2017

2393












subitamente, as palavras com que se confortara meses a fio, reagruparam-se de maneira a rasgarem a sua carne por baixo das costelas até três dedos abaixo do umbigo. 
sempre soubera do significado dos espaços em branco. nunca supusera a dor.